Bravanews – de novo no convívio dos leitores

  • 16/06/2017 00:00

Quase onze anos se passaram desde que a pedra fundamental do jornal foi lançada. Ele é fruto da coragem, de esforço, perseverança e dedicação de alguns bravenses, que ousaram caminhar na direção oposta ao péssimo de muitos. Não foi uma decisão fácil acreditar que este projecto pudesse chegar onde chegou.


O ônus dessa aposta foi duro, pois dizer a verdade custa, e num pais onde tudo se resume a política, ao contra e a favor, a baixa compreensão dos valores reais da liberdade, não foi e nunca será fácil, mostrar a realidade dura e nua.

Certos sectores da opinião política não pouparam críticas quando se falava dos problemas da ilha, do isolamento, do descaso dos poderes local e nacional, da falta de transporte regular, da pobreza, etc.

Não foi fácil para a atual administração da Bravanews decidir suspender a publicação de novidades da ilha, numa situação em que nenhum outro órgão de comunicação social nacional interessa por esta parte do território nacional.

Foi uma decisão necessária, embora muitos a tenham tratado com um fato político, pois coincidiu com algumas mudanças na administração da ilha, coisa que naturalmente não nos vincula.


Superadas as adversidades e contratempos de todo o jornal privado em Cabo Verde, Bravanews surge imponente, majestosa e útil para milhares de leitores espalhado pelos quatro cantos do globo, que recorrem a este instrumento para saber do que se passa na ilha Brava ou ate para deixaram suas idéias, criticas e sugestões.

A ponte entre a diáspora e a ilha de Nho Tatai de Rodrigo Peres, de Sena Barcelos, de Nho Raul, de Djedjinho, e outras figuras, era mais do que necessária, para que se projecte nosso torrão junto aos emigrantes.

Bravanews, que o estimado leitor tem a frente entra novamente no convívio dos leitores produzido no contexto da celebração de 11 anos do jornal, e resulta do imperativo de se sistematizar a rica história deste diário online.

Abrimos novamente para continuar a reescrever a historia da ilha, levar as novidades e preocupações, problemas e feitos.

Para complementar esta abordagem, trazemos de vários pontos do país, entrevistas e depoimentos de diversos colaboradores do jornal, conversas com pessoas com historia, que partilham as suas vivências.

Em suma, procuramos trazer para este caderno relatos na primeira pessoa de actores que, nalgum período da história, se envolveram directamente no desenvolvimento da ilha Brava em diferentes vertentes.

No entanto, e como em tudo na vida, há vontades que por vezes não passam disso, porque no fim, descobrimos que nem todos tinham a mesma determinação e motivação para participar desta cruzada que, apesar de tudo, nos deixa orgulhosos, com um sentimento de dever cumprido e, sobretudo, felizes de continuar a colocar pedras na construção do futuro da ilha Brava e dos seus filhos

Por tudo isso e muito mais, continuaremos a trilhar este caminho.

Votos de uma boa leitura.

 

 

Editorial patrocinado pelo Mini Mercado Poupança, na ilha Brava. Visite este estabelecimento comercial e sentira diferença na sua carteira!