• 03/10/2019 06:50

Como é que um primeiro-ministro recusa participar da homenagem do mais alto representante de Cabo Verde num país estrangeiro, estando ele em missão de oficial do Estado nesse país e na mesma cidade onde o evento estava a ser realizado? Como é que o Estado de Cabo Verde e a instituição Governo ficam nesta fotografia? Terá Ulisses Correia e Silva entendido esta homenagem como sendo um evento político? Se sim, está obrigado a explicar ao país que tipo de embaixador Carlos Veiga é? Embaixador político ou embaixador que faz política?