As ossadas humanas encontradas a 18 de janeiro deste ano em Ponta Bicuda da Achada Grande Trás, na Cidade da Praia, pertencem a menor Edvânea Gonçalves, desaparecida a 14 de novembro de 2017, no bairro de Eugénio Lima de Santiago. Esta é a conclusão a que chegaram as autoridades judiciárias, na sequência das investigações desencadeadas pela equipa conjunta criada pela PGR e coordenada por um magistrado do Ministério Público, visando o esclarecimento dos casos de desaparecimento de sete pessoas registado recentemente em Santiago - quatro menores e três adultos.