Brava: Comunidade educativa da ESET realiza marcha silenciosa em homenagem à aluna Alexandra Veiga

  • 15/11/2020 10:17

Alunos, professores e funcionários da Escola Secundária Eugénio Tavares (ESET) prestaram hoje uma homenagem à Alexandra Veiga, aluna e colega de 20 anos de idade, que faleceu vítima de doença na cidade da Praia, esta quinta-feira, 12.

Em declarações à Inforpress, o director da ESET, David Fernandes, explicou que esta foi uma das formas que a comunidade educativa encontrou para demonstrar aos familiares a sua solidariedade e o quanto o falecimento da aluna do 12º ano foi uma “surpresa desagradável” para toda a sociedade bravense.

Esta aluna foi descrita pelo director e colegas como sendo uma aluna “muito mansa, comportada e empenhada”.

Além disso, Pascoal Fernandes reforçou que era uma aluna “batalhadora” porque há já alguns anos que ela vinha apresentando problemas de saúde, tendo sido “transferida” várias vezes para tratamento, mas sempre regressava e tinha bons resultados nos estudos.

“Foi isso que mais nos machucou porque sempre demonstrou boa vontade em lutar pela saúde e em alcançar os seus objectivos”, lamentou o director.

Aos familiares, o director diz não ter palavras para descrever tamanha dor e que a única coisa que tem a dizer e desejar é “muita força e coragem”.

Foram mais de 300 alunos, acompanhados pelos docentes e demais familiares que percorreram as principais artérias da Vila de Nova Sintra, envolvidos por um silêncio profundo, demonstrando a dor e a tristeza que sentiam no momento.

Num ambiente onde se encontrava maioria, adolescentes, somente sentia-se o som dos pés que batiam no chão ao caminharem, não tendo notado nenhum tipo de conversas paralelas, o que para a direcção da escola foi “nada mais nada menos do que um momento em que os alunos demonstraram solidariedade para com os familiares e entes queridos e do quanto estavam surpresos pela perda”.

MC/CP

Inforpress/Fim