Andebol: Brava já tem Comissão de Gestão Desportiva que vai trabalhar para reactivar modalidade

  • 22/11/2018 04:56

A ilha Brava passa a ter uma Comissão de Gestão Desportiva do Andebol criada com o intuito de fomentar a criação de equipas nesta modalidade de forma a reactivar este desporto na ilha.

Neusa Carvalho, uma das promotoras da iniciativa, explicou à Inforpress que, apesar de várias campanhas de sensibilização, a participação do público no desporto fica “muito aquém do desejado”, daí a necessidade de recorrer a uma comissão.

Esta primeira comissão é para a reactivação do andebol, mas conforme a fonte, o intuito, é criar outras modalidades, pois na Brava, o único desporto que é praticado, fluentemente, é o futebol, com seis equipas masculinas.

Nesta primeira fase, segundo Neusa Carvalho, vão ser criadas seis equipas, três de cada género. Ou seja, a ilha terá duas equipas de Nossa Senhora do Monte (masculina e feminina), duas da Vila de Nova Sintra e outras duas da zona de Furna.

Já foram eleitos os responsáveis para cada uma destas zonas, que têm a missão de resgatar os atletas antigos de andebol e conquistar novos jovens para fazerem a inscrição e realizar treinos para que possam ser realizados torneios inter-zonas no próximo mês, informou.

Entretanto, antes de chegarem nos treinos e competições, o grupo é consciente que é necessário formar monitores de andebol e de arbitragem, para que possam trabalhar da melhor forma possível e estarem actualizados em relação as novas regras da modalidade.

Paulo Monteiro, professor de Educação Física, da Escola Secundário Eugénio Tavares, adiantou à Inforpress que, antigamente, a ilha já participou em campeonatos nacionais de andebol e o objectivo da comissão é levar atletas da ilha à chegarem no nacional de novo.

Parte do princípio de que a prática do futebol de 11 e a emigração da camada jovem é que está na base da “extinção” desta modalidade, mas acredita que os professores de Educação Física na ilha podem reverter este cenário e não só, mas nas outras modalidades de salão também.

A Comissão de Gestão Desportiva do Andebol pretende apresentar-se publicamente no mês de Dezembro.

 

Inforpress/fim