Brava: Bancada do MpD considera legal a convocatoria do PAICV, mas diz que não vai comparecer sem os documentos legalmente exigidos

  • 07/03/2018 11:49

Cidade de Nova Sintra, 07 Mar (Bravanews) - A bancada do MpD (Movimento para Democracia) na Assembleia Municipal da Brava considera legal a convocatória do PAICV, mas alega de que nao vai comparecer a sessão pois não recebeu a tempo os documentos a serem discutidos constantes no texto da convocatória.

Joao Paulo Silva, líder da bancada do MpD na Assembleia Municipal da Brava, disse que recebeu a convocatória do líder da bancada do PAICV, mas o seu grupo não irá comparecer, pois não tem a cópia do relatório escrito a ser discutido na referida sessão.

“Legal, mas depois da convocação, o PAICV não disponibilizou qualquer documento para a sessão”, avança o nosso entrevistado.

Para este deputado, a responsabilidade de fornecer os documentos aos eleitos municipais, será sempre da responsabilidade de quem convoca as reuniões/sessões, “logo do PAICV”.

Joao Paulo Silva lembra que logo o PAICV que sempre exigiu que os documentos fossem entregues com pelo menos oito dias de antecedência, e “até agora nada e a convocatória para a sessão está marcada para o dia 12 de Março”.

O PAICV mantém a convocação para o dia 12 Marco, e ameaça recorrer a todos os meios legítimos para fazer com que a lei e demais regulamentos sejam cumpridos.

MS