Brava: Câmara Municipal fecha um dos olhos para a emigração e comunidade

  • 25/02/2018 13:10

Cidade de Nova Sintra, 25 Fev (Bravanews) - Conhecendo a importância dos emigrantes na economia bravense, a edilidade deixou bem claro no seu plano de actividades para 2018, um capítulo sobre a emigração e comunidades. Para a Câmara Municipal, os emigrante, particularmente os que resolvem fixar morado na ilha, tem ajudado na resolução de muitos problemas, inclusive de emprego.

Assim, no plano de actividades consta o incentivo para que os emigrantes fixem residência na ilha, reparem suas casas e de oportunidades de emprego. Ainda a edilidade pretende melhorar contacto com emigrantes e procurar melhorar e acelerar o atendimento daqueles que visitam a ilha, em períodos curtos e que pretendem tratar alguns assuntos junto a Câmara Municipal.

Programar e promover encontros anuais com emigrantes em férias, e incentivar aqueles que querem reparar ou construir suas residências. Para o edil Francisco Tavares, a edilidade dá uma grande importância aos emigrantes, pois entende que com eles, engajados, a ilha poderá dar o salto qualitativo, em direção ao desenvolvimento almejado.

 

MS