Brava: Direcção da ESET reúne-se com pais e encarregados da educação dos alunos de Nossa Senhora Do Monte

  • 03/02/2019 12:07

A direcção da Escola Secundária Eugénio Tavares reuniu–se na final da tarde de hoje, com os pais e encarregados da educação dos alunos de 9º ao 12º anos de Nossa Senhora Do Monte.

O objectivo principal deste encontro, de acordo com David Pascoal, director da ESET, foi de socializar algumas informações com os encarregados da educação e discutir a situação do transporte escolar.

A direcção do liceu fez questão de levar também os directores das turmas do 9º ano, nível onde existe um maior número de alunos de Nossa Senhora do Monte.

Os directores das quatro turmas do 9º ano existentes na ESET chamaram a atenção dos pais no sentido de acompanharem os alunos, a nível do resultado, comportamento e faltas, uma vez que os encarregados de educação “não têm sido presentes”.

Segundo os directores das turmas, existe um horário para atendimentos os pais, mas estes não aparecem e, por isso, os professores deslocaram-se até Nossa Senhora do Monte, por acreditarem que no processo educativo, se a família não abraçar para fazer um trabalho em conjunto, o processo de ensino aprendizagem fica mais difícil.

Daí, pediram aos pais que sensibilizem os alunos no sentido de preservarem o espaço, de aproveitarem e dedicarem mais nos estudos, controlá-los no uso das novas tecnologias, que, segundo os responsáveis escolares, que têm sido apontado com responsável pela distracção dos alunos nas salas de aulas”.

Também, neste encontro estiveram presentes o presidente da câmara municipal da Brava, Francisco Tavares e o delegado da Educação, Orlando Burgo, que foram esclarecer a situação do transporte escolar.

Neste quesito, Orlando Burgo esclareceu que a delegação tem compromissos com o Ensino Básico, entretanto tem apoiado os alunos do Ensino Secundário das localidades mais distantes a chegarem à Nossa Senhora do Monte, de onde apanham o autocarro da câmara.

Entretanto, muitos pais reclamam do horário que está sendo praticado e o tempo que os filhos ficam fora de casa.

Francisco Tavares explicou que um dos autocarros está com avaria e o transporte dos alunos está sendo suportado apenas por um autocarro, fazendo o percurso Furna – Vila de Nova Sintra e de Nossa Senhora do Monte – Vila de Nova Sintra e vice-versa, obrigando assim os alunos a saírem mais cedo de casa, para que todos os alunos tenham a possibilidade de chegar a tempo de assistir a primeira aula.

Além disso, relembrou aos presentes que o transporte escolar é suportado totalmente pela câmara, sem nenhum custo para os encarregados de educação e que a autarquia “gasta muito dinheiro” na manutenção dos veículos, devido a velhice dos mesmos.

Para a tranquilidade dos presentes, anunciou que a peça que está com avaria está prestes a chegar a ilha, adiantando ainda que a câmara já adquiriu um autocarro novo, que deverá chegar em meados do mês de Março, para reforçar os que aqui já estão.

Os encarregados de educação presentes louvaram a iniciativa da direcção da ESET e os esclarecimentos prestados a nível do transporte escolar.

MC/JMV