Brava: Especialista diz que ilha necessita de dentista a tempo inteiro

  • 27/01/2019 03:28

O dentista Enad, da missão médica do St. Paul Medical Services (EUA), declarou hoje a Inforpress que a população bravense necessita de um dentista a tempo inteiro, constrangimento constatado durante uma missão solidária à Brava.

Os médicos iniciaram as consultas na passada terça-feira e, esta quinta-feira, já tinham realizado 230 consultas, sendo 100 em cardiologia e 130 em estomatologista.

Esta missão encontra-se em Cabo Verde desde segunda-feira, 21, e é constituída por cirurgião geral, cirurgião vascular, dentista, cardiologista, anestesista e farmacêuticos.

Durante três dias estiveram na ilha Brava o cardiologista, dentista e farmacêutico, e a restante equipa ficou no Fogo.

Questionados sobre a avaliação dos pacientes atendidos e que avaliações fazem do estado da saúde na ilha, o dentista Enad realçou que a população da ilha Brava necessita de um dentista a tempo inteiro, sendo que, devido a esta constatação, em todas as missões trazem dentistas.

A população bravense possui alguns problemas dentários, lançou, e ter um dentista a tempo inteiro é uma “necessidade frequente e urgente”, pois, na ilha não existe este especialista no serviço público e mesmo no privado.

Na área de cardiologia, a médica Viollete disse que a população bravense possui “uma boa saúde”, embora necessite de mais medicamentos e em dosagem maior, além de ser necessário obter aparelhos para a realização dos exames de cardiologia, um dos motivos que levou a cardiologista a evacuar vários pacientes para o Fogo para exames complementares.

A missão médica mostrou-se satisfeita com a organização e o apoio prestado pela Delegacia de Saúde na Brava, que conforme explicaram a Inforpress fizeram a marcação prévia das consultas e uma concertação com os pacientes.

Esta foi a primeira missão de 2019 e os médicos dizem-se disponíveis a regressarem com mais especialistas em diferentes áreas, desde que haja “uma boa concertação” entre a Região Sanitária Fogo/Brava, a Delegacia de Saúde e a direcção do St. Paul Medical Services.

Além das consultas, esta comitiva disponibiliza gratuitamente os medicamentos necessários para o tratamento e alguns outros que deixaram no hospital para aumentar o stock na ilha.