Brava fica de fora dos incentivos ao Carnaval disponibilizado pelo Governo

  • 07/01/2018 01:33

 

Cidade de Nova Sintra, 06 Dez (Bravanews) -  A Ilha da Brava ficou de fora dos incentivos para Carnaval/2018,  por não ter apresentado, até à data limite, a sua candidatura.

Esta informação foi tirada da pagina do Facebook  “Brava nha terra” e confirmada pela Câmara Municipal da Brava, na pessoa do Presidente Francisco Tavares.

 

Tavares alega que em nenhum momento a edilidade teve conhecimento desta possibilidade, tanto eh que nao apresentou a candidatura em tempo exigido. “Se tivessemos conhecimento naturalmente que iriamos apresentar a nossa candidatura”.

 

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas vai atribuir o valor de 2.400.000 escudos aos 13 municípios de Cabo Verde que se inscreveram no edital de incentivo ao Carnaval 2018.

 

Segundo o comunicado do gabinete do Governo, o edital, lançado em Outubro do ano passado, era destinado a 20 municípios do país que não estão enquadrados no incentivo ao Carnaval factory.

 

As autarquias deveriam entregar as respectivas candidaturas, referentes ao Carnaval de 2018, até 20 de Novembro do ano passado, informou.

Entretanto Tavares avança de que a Vereadora da Cultura “me comunicou de que a CMB nao foi notificada em momento algum de que pudesse candidatar-se a esse financiamento”.

 

Garante que, sendo assim todos os anos a edilidade irá apresentar a candidatura, “mesmo sem ser notificado”.

No entanto este facto, segundo o edil, nao vai afectar em nada o Carnaval da Brava/2018, “visto que a CMB continuara a financiar nos mesmos moldes de anos anteriores.

 

‘Aliás, é de se referir que isso é uma novidade e que a CMB nunca recebeu financiamento monetário para o Carnaval, do Ministério da Cultura, pelo menos, desde nossa entrada na CMb em Agosto de 2012”, finaliza este representante local.

 

O Ministério recebeu apenas 13 candidaturas referentes a 13 câmaras municipais, sendo que são da Ilha de Santiago (São Miguel, São Lourenço dos Órgãos, São Domingos, São Salvador do Mundo, Santa Cruz), da Câmara Municipal dos Mosteiros, na Ilha do Fogo, e dos três municípios de São Antão (Porto Novo, Paúl e Ribeira Grande).

 

As Câmara Municipal da Boa Vista, do Maio, da ilha do Sal e o município do Tarrafal de São Nicolau também vão receber esse financiamento de incentivo ao carnaval.

 

Ficaram ainda de fora algumas câmaras municipais da Ilha de Santiago, nomeadamente a do Tarrafal, Santa Catarina, Santa Cruz e Ribeira Grande de Santiago e ainda a Câmara de São Felipe e de Santa Catarina na Ilha do Fogo.

 

Os 13 municípios vão receber uma quantia de 200 mil escudos cada, valor que será disponibilizado após a assinatura de um contrato, entre o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e os responsáveis de cada autarquia.

 

MS

C/Bravanosterra