Brava: Grupo de jovens capacitado na área de planeamento de actividades geradoras de rendimento

  • 17/04/2019 15:46

Um grupo de 11 jovens bravenses terminou hoje, na cidade de Nova Sintra, uma acção de capacitação do Módulo PIN – Planear e Iniciar o Negócio, de onde saiu nove planos de negócios.

Segundo uma das formadoras, Cezinanda Martins, esta formação teve como objectivo dotar os jovens de conhecimentos de como planear e iniciar um negócio, de forma a saírem desta acção de capacitação com um plano pronto, para darem início aos seus negócios.

De acordo com a formadora, nesta formação que teve a duração de 50 horas, tendo iniciado no passado 01 de Abril, teve alguns objectivos específicos, como conhecer as ideias de negócios dos formandos, ajudá-los a elaborar um plano, dotá-los de técnicas para fazerem estudos de mercado, para que os resultados no plano de negócio venham a ser de acordo com a realidade da ilha.

Hoje, antes do encerramento, estes jovens apresentaram as suas ideias de negócios, acompanhado dos respectivos planos, tendo sido apresentado nove projectos, visto que, alguns optaram para se unirem em grupo de dois elementos, para dar corpo às ideias.

Com o final da formação, que decorreu no Centro da Juventude, a formadora salientou que o próximo passo, é a procura de financiamento para os planos de negócios apresentados, para que estes sejam implementados.

Para a formanda Clarisse Duarte, esta formação foi muito “positiva” para a sua ideia de negócio, onde adquiriu vários conhecimentos, que vão apoiá-la mais tarde, conhecendo assim as suas possibilidades de se desenvolver no ramo que pretende actuar, assim como, os erros que deve evitar a qualquer custo para que o seu negócio possa ser implementado, desenvolvido e mais tarde gerar lucros.

Esta formanda pretende actuar no ramo de pastelaria, mas com entregas ao domicílio, visto que ainda não possui condições para abrir um espaço e na ilha, existe várias dificuldades para encontrar um espaço adequado e disponível para montar um negócio.

Um outro formando, Helder da Lomba, pretende abrir uma padaria na freguesia de Nossa Senhora do Monte, pois, nesta localidade não existe nenhuma.

Portanto, após o final desta acção de capacitação, este pretende sair à procura de financiadores, para colocar o plano em acção. Embora, tenha consciência de que irá enfrentar “algumas dificuldades”, Hélder está convicto de que tem de levar o plano adiante, tentando sempre contornar os entraves, que encontrar, procurando novas forças que o incentivam sempre.

A Formação em Planear e Iniciar o Negócio enquadra-se no programa Jov@emprego, tendo como parceiros a Pro-Empresa e o Centro de Emprego e Formação Profissional do Fogo (CEFPF).

Foi ministrada através da metodologia Germe, que é um programa de formação em gestão concebido para o estímulo e desenvolvimento de pequenos negócios, enquadrado numa estratégia para criar mais e melhores empregos nos países em desenvolvimento.

Em Cabo Verde o programa foi introduzido em 2007 pela Associação Comercial de Sotavento em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) com intuito de combater a taxa de desemprego.

MC/CP

Inforpress/fim