BRAVA LEVA O CANECO PARA RHODE ISLAND

  • 12/08/2019 15:56

 

À terceira foi de vez. 
No cômputo geral, pela garra e determinação demonstradas, pela serenidade posta em campo , e pela eficácia, os braveness merecem a Taça Inter- ilhas e estão de parabéns.

Ernestinho Lopes, o cérebro da equipa bravenes dentro das quatro linhas, agora é o maestro no banco.
De facto notou-se o dedo do treinador da Brava até na estratégia de contenção da bola e do jogo, gerindo a vantagem alcançada no início da partida em que Kevin , que saiu lesionado, e Sérgio Lobo praticamente ditaram a história dessa final, surpreendendo os detentores do titulo.

Fogo apareceu em toda a segunda parte mas Brava já tinha sentenciado o destino do jogo.

Santiago venceu S. Nicolau por 3-1, na disputa do terceiro e quarto lugares, numa partida interessante de se seguir.

De realçar a excelente organização sob a batuta do incansável Samuel Lopes di Tchontchon. 
O torneio está a ganhar outra dimensão e a conquistar um espaço próprio no desporto cabo-verdiano. 
Sem aquela tradição de esperar pela assistência do governo, porque isto não faz sentido na diáspora americana, vai caminhando firme pelos seus próprios pés e merece mais patrocínio dis nossos “ “business “ e atenção das nossas autoridades desportivas e a câmara local.

A presença do trio que veio de Cabo Verde: Rui Leite do Mindelense, Inácio “ Bala” Carvalho e Rui Águas dos Tubarões Azuis, do Consul em Boston e do Mayor de Brockton, só dignifica o evento.

Uma palavra de reconhecimento para o civismo e entusiasmo do cada vez mais numeroso público e na sua maioria jovens.

O convívio entre inúmeras conhecidas caras e amantes do futebol, justifica, por si só, uma tarde bem passada.

No que me toca , não me faltaram forças quando estive ao lado de gente qualificada e voluntariosa como John Monteiro da Radio Mosteiros FM, este profissional de alto gabarito que faz três horas de viagem para estar connosco , Rolando Barbosa Vicente e o DJ Olix Maocha que se especializou na transmissão de imagens online, este grito da comunicação social fazendo do mundo, uma aldeia global.

Parabéns a todos!!!

 

Valdir Alves