Brava: Ponto focal Rede Emprego e Empregabilidade pede maior participação das instituições e sociedade civil

  • 23/11/2019 09:10

O ponto focal da Rede Emprego e Empregabilidade da Brava, Mário Soares, pediu hoje aos bravenses que ainda não são membros da rede, que participem como uma forma de unir em uma só voz pela ilha.

Este apelo foi feito em entrevista à Inforpress, após uma campanha de sensibilização realizada pelos membros da rede porta a porta pelas instituições da ilha, passando informações de todas as actividades desenvolvidas pela rede e a sua visão futura.

Além disso, esta visita teve como principal objectivo solicitar a todas as instituições que indigitem uma pessoa para fazer membro da rede, pois, segundo o ponto focal, caso a rede tiver membros de cada instituição na ilha, associação e mesmo pessoas individuais, falam numa só voz.

“Quanto maior número de inscrito de instituições, associações, pessoas individuais, entre outros, os problemas deparados passam a ter uma visão mais clara, com diversidades de opiniões e soluções diversificadas”, disse Mário Soares, adiantando que assim, pode-se também, ter uma visão clara da mudança de perspectiva.

A rede foi criada em Novembro de 2017, e na Brava, conforme avançou a mesma fonte, tem trabalhado a questão do desemprego, apostando em formações.

Aliás, Mário Soares reforçou que para prestar um serviço de qualidade, é preciso ter uma certa preparação e na Brava têm vindo a proporcionar formações, inclusive, adiantou que já estão a preparar mais três formações para 2020 com vista para o ingresso no mercado de trabalho.

A rede, informou, tem feito um trabalho direccionado a jovens e mulheres chefes de famílias em situação de desemprego e também, possui as ramificações que alcançam as problemáticas sociais que deparam na nossa sociedade.

Para trabalhar as problemáticas sociais, têm vindo a ministrar algumas acções de capacitação, com formações sobre Violência Baseada no Género, Igualdade do Género, entre outros, para consciencializar pessoas sobre certas situações.

A rede local Emprego e Empregabilidade da ilha Brava é apoiada pela Cooperação Luxemburguesa através do Programa Emprego e Empregabilidade CVE/081.

MC/CP
Inforpress/fim