Brava: Presidente da República efectua visita à ilha para auscultar populações

  • 27/11/2019 04:58

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, efectua uma visita de três dias à ilha Brava, para auscultar as populações de diversas comunidades.

De acordo com o programa a que a Inforpress teve acesso, a comitiva chega à ilha hoje, e inicia e começa a cumprir o programa na amanhã desta quarta-feira, com uma visita de cortesia à câmara municipal da Brava, visita à delegacia de saúde e ao projecto bibliotequinhas de Nova Sintra.

De seguida, o Chefe de Estado desloca-se às localidades de Cachaço, Nossa Senhora do Monte, Mato, Cova Rodela, Mato Grande, João da Noli e Fajã D´Agua, para um contacto directo com as populações.

Na quinta-feira, o dia inicia-se com os contactos na localidade de Santa Bárbara e Furna, seguida a visitas a algumas instituições, empresários e contacto com a população de Nova Sintra.

No final do dia, está agendado o lançamento do livro “Cabo Verde, Nós Bilida d´Odju”, de José Pereira, seguida da exposição de fotografias “OS BRAVAS”, do mesmo autor e fotógrafo.

Para finalizar a agenda, na sexta-feira visita as localidades de Palhal e Lomba Tantum, alguma instituição e no final da tarde participa na inauguração do Polivalente de Mato.

Questionado sobre as expectativas desta viajem de Jorge Carlos Fonseca à Ilha Brava, o edil, Francisco Tavares, salientou que é mais uma visita de uma entidade “muito amiga” da ilha, que traz “mais visibilidade” a mesma, acrescentando que o Presidente da República vem à ilha essencialmente para contactos com a população, tanto é que o programa consta visitas a diversas localidades.

Assim, diz esperar que a população se dirija à comitiva e conversa abertamente com o Chefe de Estado, principalmente sobre estes três anos de seca, das dificuldades, demonstrar a satisfação ou a insatisfação por tardio ou não chegada dos poderes públicos às localidades.

O autarca adiantou ainda que é uma visita que espera trazer ganhos no sentido de dar maior visibilidade aos problemas da Brava.

A comitiva regressa no sábado de manhã.

MC/JMV
Inforpress/fim