Government of Cabo Verde launches international public tender for inter-island sea transport

  • 30/01/2018 13:09

The Government of Cabo Verde (Cape Verde) on Tuesday is due to launch an international public tender to select a company to manage and operate the public maritime passenger and cargo service, under a single concession contract, according to an official announcement made on Monday in Praia.

The announcement was made at a meeting attended by the Assistant Secretary of State for the Maritime Economy, Paulo Veiga and Assistant Secretary of State for Finance, Gilberto Barros, the advisor to the Minister of Economy, José Fortes, the coordinator of the State Business Sector Monitoring Unit (UASE), Margarida Mascarenhas and the chair of Cabo Verde TradeInvest, Ana Lima Barber.

The government expects to have the ships operating next October, or three months after the conclusion of the process on 4 July, with the signing of the contract. The deadline for expression of interest ends on 5 March, the presentation of technical and financial proposals by those selected for the second phase will run until 18 May and the tender will be awarded on 8 June.

Fortes noted that the government wants to bring the ships needed for the 20-year concession to Cabo Verde to provide a public service, namely between Praia/Fogo/Brava, Praia/Maio, Praia/Boa Vista, Praia/Sal, Sal/São Vicente, Praia/São Nicolau and São Vicente/São Nicolau/Boa Vista, but that the current national operators will remain in the market. 

Macau Hub

 

 

Traducao

Governo de Cabo Verde lança concurso público internacional para o transporte marítimo entre as ilhas

O governo de Cabo Verde na terça-feira deve lançar um concurso público internacional para selecionar uma empresa para gerenciar e operar o serviço público de passageiros e carga marítima, sob um único contrato de concessão, de acordo com um anúncio oficial feito nesta segunda-feira na Praia.

O anúncio foi feito em uma reunião com a presença do Secretário de Estado da Economia Marítima, Paulo Veiga e do Secretário de Estado das Finanças, Gilberto Barros, assessor do Ministro da Economia, José Fortes, coordenadora da Unidade de Privatizações e Parcerias Público-privadas., Margarida Mascarenhas e a presidente do Cabo Verde TradeInvest, Ana Lima Barber.

O governo espera que os navios operem em outubro próximo, ou três meses após a conclusão do processo em 4 de julho, com a assinatura do contrato. O prazo de manifestação de interesses termina em 5 de março, a apresentação de propostas técnicas e financeiras por parte dos selecionados para a segunda fase será realizada até 18 de maio e a licitação será outorgada em 8 de junho.

Fortes observou que o governo quer ter nas linhas os navios necessários para em 20 anos, periodo que deve curar a  concessão, para prestar um serviço público, entre a Praia / Fogo / Brava, Praia / Maio, Praia / Boa Vista, Praia / Sal, Sal / São Vicente, Praia / São Nicolau e São Vicente / São Nicolau / Boa Vista, mas garante  que as atuais operadoras nacionais permanecerão no mercado.