Governo de Cabo Verde "NEGA" estrada alcatroada para Nossa Senhora do Monte, sem QUALQUER contestação da Câmara da Brava

  • 27/11/2019 15:24

Estamos no mês de Novembro de 2019, e vão dar inicio as obras de reabilitação da Estrada Nova Sintra - Nossa Senhora do Monte.

Numa altura em que os Engenheiros do Instituto de Estradas de Cabo Verde já estiveram na Ilha, já se teve a informação de que a estrada que liga Nossa Senhora do Monte à Cidade de Nova Sintra e vice-versa não seria alcatroada, e apenas receberia outro calcetamento.

Neste momento que se verifica que a empresa Elevo já se instalou no estaleiro em Ponta Achada mantém-se um silêncio absoluto de aceitação por parte da Câmara Municipal da Brava, com esta posição de desconsideração do Governo de Cabo Verde para com a população de Nossa Senhora do Monte e de toda Ilha.

O PAICV não aceita e não se conformará com este descaso do Governo de Cabo Verde para com a nossa Ilha e não ficará calada perante esta falta de visão de futuro da nossa Ilha.

Apelamos ao Sr. Presidente da Câmara da Brava para que se manifeste e exija em nome de todos uma mudança de posição em relação a esta estrada que é uma das vias mais importantes de nossa ilha.

Nossa senhora do monte é a segunda zona mais populosa da Ilha Brava e é um dos mais importantes pontos comerciais da nossa ilha, tem deslocação diária de veículos transportando cargas e pessoas, e é indispensável que depois da reabilitação da estrada de Furna para Nova Sintra, agora seja a ilha dotada de uma via alcatroada no sentido Nova Sintra para Nossa Senhora do Monte, para que a Brava possa avançar também para o seu desenvolvimento.

A Brava não alcançará o desenvolvimento desejado se não formos firmes nos nossos objectivos de ter infraestruturas modernas.

Há dados inequívocos de que o custo que os nossos condutores e a população estão a ter com a atual estrada, supera muito o gasto que o Governo teria para alcatroar a mesma estrada.

E sabe-se que o custo para a instalação de uma base para a produção de alcatrão e produtos para o solo é cerca de 200 mil contos. E por isso perguntamos: O Governo de Cabo Verde não pode gastar 200 mil contos com a Brava? Nos não somos Cabo Verde?

Porque é que não somos tratados como importantes e indispensáveis para Cabo Verde e continuamos a ser esquecidos por este Governo?

O PAICV na Brava apela para que se pense no futuro da nossa Ilha para que também tenhamos a nossa oportunidade de conseguirmos o desenvolvimento esperado.

SEM INVESTIMENTO NÃO HAVERÁ DESENVOLVIMENTO.

Esperamos o pronunciamento do Sr. Presidente da Câmara da Brava e do Sr. Primeiro-Ministro de Cabo Verde.

E lutaremos para que este investimento seja realizado.

O MPD PROMETEU esta estrada alcatroada aos bravenses agora esperamos o CUMPRIMENTO DA PROMESSA.

Pela brava, sempre!