Margarita Rodrigues pede votos dos cabo-verdianos para vencer concurso Miss África Grã-Bretanha

  • 04/10/2018 14:22

A jovem Margarita Silva, 17 anos, filha de pais santantonenses, residente em Londres (Inglaterra), pede o voto dos cabo-verdianos para vencer o concurso Miss África Grã-Bretanha, que vai acontecer a 13 de Outubro, em Londres.

Em entrevista à Inforpress, a jovem disse que vencer o concurso será importante para ela porque vai-lhe abrir as portas para colocar os seus projectos sociais em prática e ajudar os mais necessitados.

As votações podem ser feitas na página 

Em entrevista à Inforpress, a jovem disse que vencer o concurso será importante para ela porque vai-lhe abrir as portas para colocar os seus projectos sociais em prática e ajudar os mais necessitados.

As votações podem ser feitas na página http://www.missafricagb.com/vote.

“Eu adoraria ser a Miss África Grã-Bretanha porque sou muito mais do que um rostinho bonito. Sou uma jovem ambiciosa com projectos que vão ajudar os necessitados, porque não há nada mais satisfatório do que ajudar os outros e fazer a diferença”, destacou Margarita Silva

O Miss África Grã-Bretanha (anteriormente Black Africa UK pageant) foi criado em 2011 com o propósito de dar às jovens africanas nascidas ou que vivem no Reino Unido, uma oportunidade para mostrar não apenas sua beleza, mas principalmente sua cultura, talento e criatividade.

A vencedora torna-se embaixadora da boa vontade da Miss África Grã-Bretanha, encarregada de conceber e implementar um programa de caridade.

Margarita Silva diz que se vencer vai centrar as suas acções de solidariedade em Cabo Verde.

Esta é segunda vez que a cabo-verdiana participa em concursos de beleza em Inglaterra.

A primeira foi a 24 de Março no qual alcançou o Top 10 do Miss Teen Galaxy England, refere a Inforpress.

“Eu adoraria ser a Miss África Grã-Bretanha porque sou muito mais do que um rostinho bonito. Sou uma jovem ambiciosa com projectos que vão ajudar os necessitados, porque não há nada mais satisfatório do que ajudar os outros e fazer a diferença”, destacou Margarita Silva

O Miss África Grã-Bretanha (anteriormente Black Africa UK pageant) foi criado em 2011 com o propósito de dar às jovens africanas nascidas ou que vivem no Reino Unido, uma oportunidade para mostrar não apenas sua beleza, mas principalmente sua cultura, talento e criatividade.

A vencedora torna-se embaixadora da boa vontade da Miss África Grã-Bretanha, encarregada de conceber e implementar um programa de caridade.

Margarita Silva diz que se vencer vai centrar as suas acções de solidariedade em Cabo Verde.

Esta é segunda vez que a cabo-verdiana participa em concursos de beleza em Inglaterra.

A primeira foi a 24 de Março no qual alcançou o Top 10 do Miss Teen Galaxy England, refere a Inforpress.