PCA dos TACV anuncia funcionamento do “hub” aéreo para Janeiro de 2018

  • 04/12/2017 08:35

O presidente do conselho de administração (PCA) dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), José Luís Sá Nogueira, anunciou hoje, na ilha do Sal, o funcionamento do “hub” aéreo que tem como base Sal, para Janeiro de 2018.

José Luís Sá Nogueira fez este anúncio à margem da conferência “Gestão Integrada e Conectividade no Sistema HUB”, que decorre durante todo o dia de hoje, num dos hotéis da cidade Santa Maria, cuja abertura foi testemunhada pelo ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves.

Ciente dos desafios da implementação de um “hub” aéreo, o qual, conforme disse, não se consegue em seis meses, José Gonçalves denota que todos os intervenientes têm que funcionar em harmonia.

“Sem os parceiros não temos “hub” porque não depende só da companhia aérea. Depende do aeroporto, dos serviços de fronteira, da Alfândega, da segurança no aeroporto… tudo tem que funcionar porque vamos ter uma mistura de passageiros em trânsito, com passageiros que têm Cabo Verde como destino final e passageiros que saem de Cabo Verde para outros destinos. Tudo tem que funcionar em harmonia porque caso contrário o “hub” não funciona”, acautelou.

Anunciando o início do “hub” a partir de Janeiro de 2018, José Luís Sá Nogueira, segundo o qual trata-se de um processo complexo, disse que para transformar o “hub” de Cabo Verde num “hub” de sucesso é preciso muito trabalho, organização, eficiência e eficácia.

“Temos que partir de uma base sólida. Não vamos começar sem uma experiência concreta, e é por isso que temos o grupo Icelandair neste momento connosco na gestão, para assegurar que o sucesso que tiveram na Islândia, e tendo em conta a realidade de Cabo Verde e os desafios que temos pela frente, possa também transformar o “hub” de Cabo Verde num “hub” de sucesso”, manifestou.

Nesta base, o PCA da TACV acredita que o futuro “poderá ser bom” se se trabalhar “bem agora”.

“Não é fácil… Repito. É muito complexo, mas estamos determinados de que esta é a solução para a TACV”, disse.

“Implementar Hub Sal” e Implementar Stopover em Cabo Verde” são os dois painéis em debate neste dia de trabalho que se prevê concluir às 18:00.

Trata-se da primeira discussão pública para se dar a sociedade a conhecer o Sistema Hub, onde marcam presença 130 participantes, na sua maioria os principais “stakholders” neste processo de transformação do Sal num “hub” aéreo.