Tragédia em Las Vegas. Tiroteio faz 58 mortos e mais de 500 feridos

  • 03/10/2017 14:27

Estado Islâmico reivindica autoria do tiroteio, que ocorreu durante um concerto de música country. O atirador, de 64 anos, já foi identificado.

Pelo menos 58 pessoas morreram e 515 ficaram feridas num tiroteio em Las Vegas. O balanço foi actualizado esta segunda-feira à tarde pela polícia norte-americana.

O auto proclamado Estado Islâmico ja veio reivindicar a autoria do incidente. De acordo com a agência de notícias com ligações ao grupo terrorista, o atirador ter-se-á convertido ao Islamismo "há alguns meses". No entanto, o FBI refere que não existem "até agora" quaisquer indícios que associem o atirador a grupos de terrorismo internacional.

O atirador, que disparou indiscriminadamente, já foi identificado. Chama-se Stephen Paddock, de 64 anos, mas não foram revelados mais pormenores. As autoridades revelaram ainda que já localizaram uma mulher com ligações ao suspeito, bem como um dos dois veículos que pertenciam ao agressor.

Segundo a polícia de Las Vegas, o atirador – um habitante de Las Vegas – foi encontrado no 32º andar do casino Mandala Bay, onde se suicidou antes das autoridades terem conseguido chegar junto a ele. Antes do Estado Islâmico ter reinvidicado responsabilidade no caso, as autoridades norte-americanas acreditavam que o indivíduo teria agido sozinho e que não existiria qualquer ligação entre este ataque e grupos extremistas.

Tudo aconteceu ao terceiro dia do festival Route 91 Harvest, ao qual assistiam centenas de pessoas, e durante a actuação do cantor de música country Aldean, que foi retirado em segurança do palco.

Na sequência do ataque, uma das principais avenidas da cidade está cortada pela polícia e os voos estiveram suspensos no aeroporto internacional de McCarran, sendo de esperar alguns atrasos nas ligações aéreas.

Não foi ainda disponibilizada mais informação sobre a identidade do suspeito as motivações do ataque, que fazem lembrar o tiroteio em Paris, no Bataclan (2015), e em Manchester, durante o concerto de Ariana Grande (este ano).

Nos Estados Unidos, o último tiroteio em massa ocorreu em Orlando, em Junho do ano passado. Morreram 49 pessoas.

Las Vegas é uma cidade norte-americana conhecida pelo entretenimento, sobretudo em casinos.