Utente queixa da ineficiência e ineficácia do Centro de Saúde da Brava

  • 10/03/2018 09:18

Cidade de Nova Sintra, 10 Mar (Bravanews) - Sem meios de substituir uma funcionária que faz análises no centro de Saúde da Brava, tem feito com que apenas se passe as receitas sem saber a real situação do doente, segundo postou uma utente que procurou este centro de saúde.

Eloisa Bango, mostrou-se indignada com os serviços prestados pelo Centro de Saúde de Nova Sintra, e num post na sua página no facebook disse que basta de ficar calado.

Com a saída da funcionária Maria de Fatima Burgo para tratamento na cidade da Praia, o lugar ficou por preencher, criando sérios problemas a quem quisesse ou precisasse do laboratório para analises clinicas e outras.

Eloisa Bango foi uma das prejudicadas, pois segundo nos disse, desde dia 12 de Fevereiro que a sua neta está a espera para fazer uma análise e não há ninguém na ilha para tal e o hospital não arranja forma de substituir a funcionária que se encontra de baixa médica.

Não responsabilizando nem a Delegacia da Brava e nem a funcionária, que obviamente não escolheu adoecer, Bango questiona ao Ministério de Saúde se não tem planos de substituição de funcionários, quando estes adoecem.

“Estão a espera até que as pessoas morram por causas desconhecidas para colocaram alguém no laboratório da Brava?”, questiona Eloisa Bango visivelmente irritada.

Depois deste post, Bravanews sabe que Bango ja foi enviada ao Fogo e ja fez as devidas analises e conforme disse, “dentro de dez dias teremos o resultado”, e aproveita para agradecer a todos aqueles que preocuparam com a situação da sua neta.

Esta situação de não haver alguém para substituir a única funcionária do laboratório na Brava, vem acontecendo de forma recorrente, com prejuízos para os utentes. Ninguém do Centro de Saude quis falar, pelo que aguardamos para quem de direito dar uma explicação.

 

Uma das muitas fichas para analise