Brava: Condutores “indignados” com mau estado das estradas de Cachaço

Os condutores de ‘hiaces’ e veículos privados manifestaram-se hoje “indignados” com o mau estado em que se encontra a estrada de acesso à comunidade de Cachaço, na Brava, e o presidente da câmara disse solidarizar-se e apoiar a reivindicação.

Nov 14, 2023 - 05:28
 0  64
Brava: Condutores “indignados” com mau estado das estradas de Cachaço

Numa ronda pela localidade de Cachaço, a Inforpress falou com alguns condutores das viaturas de transporte público e privados, que dizem-se “agastados” com o estado de degradação das estradas, uma vez que a Câmara Municipal da Brava está a par da situação que vem se agravando a cada dia e poderá ficar ainda “pior”.

De acordo com Joaquim Gomes, um condutor de uma viatura de aluguer, a estrada se encontra em “péssimo” estado, o que tem estado a causar prejuízos aos condutores e aos proprietários dos veículos, uma vez que as viaturas ficam danificadas com frequência.

“Já manifestei antes com uma publicação nas redes sociais e agora estou aqui para apelar a quem de direito a resolverem este constrangimento. A estrada está a dar cabo rapidamente das peças e causando prejuízos, no entanto, nós pagamos impostos para a manutenção das estradas, por isso apelamos para a resolução do problema o mais breve possível”, manifestou.

Daniel Cardoso, condutor e morador da localidade de Cachaço, também partilha da mesma opinião e salientou que a estrada tem estado a “piorar” e depois das chuvas tem surgido, dia após dia, vários buracos na via.

“A solução é andar com cautela e esquivar-se dos buracos, para não prejudicar o carro e nem os passageiros”, frisou.

Neste sentido o mesmo informou que já tinham feito algumas reclamações e disseram que iriam resolver, mas, no entanto, nunca o fizeram.

Por seu turno, o presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, afirmou estar solidarizado com os condutores e também disse querer “juntar a sua voz” para esse apelo, uma vez que, segundo o mesmo, a via que dá acesso à localidade de Cachaço é da responsabilidade da empresa Estradas de Cabo Verde.

“As estradas na Brava têm estado a ter grandes melhorias, contudo, esta via em questão ainda não chegou a sua vez. Estamos a falar de uma obra que está dentro do leque das Estradas Nacionais, e, segundo as informações que tenho, já foi lançado um concurso onde temos um vencedor que irá fazer a manutenção de todas as estradas nacionais da ilha”, informou.

Nesta situação, Francisco Tavares garantiu que, para além da resolução definitiva da estrada de Fajã d´Água, ainda neste ano, também a edilidade vai reforçar a sua voz, junto da Estrada de Cabo Verde, solicitando uma intervenção mais profunda na via de ligação, a partir de Cruz na zona de Tomé Barras até entrada da comunidade de Cachaço.

“A estrada tem estado bastante degradada e principalmente porque também é uma via onde fica situada a pedreira, por isso passam muitos camiões, com bastante peso, o que tem contribuído na degradação da calçada, que é da época colonial”, salientou.

O edil finalizou, realçando que a via é da responsabilidade da empresa Estradas de Cabo Verde e que a câmara municipal só tem que esperar a nova empresa que venceu o concurso de remodelação das estradas nacionais do concelho, mas apelou a uma atenção “especial” por parte dos responsáveis.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow