PAICV explica a negativa da bancada na Assembleia Municipal em relação ao empréstimo de 120.000 contos feito pela CMB

Cidade de Nova Sintra, 17 de Fevereiro de 2024 (Bravanews) - O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) na ilha da Brava revelou que votou contra um empréstimo de 120.000 contos devido ao facto de mais de 60% deste valor ficar retido no banco para o pagamento de um empréstimo anterior feito pela gestão de Orlando Balla, ex-edil eleito nas listas do Movimento para a Democracia (MpD).

Feb 17, 2024 - 15:24
 0  34
PAICV explica a negativa da bancada na Assembleia Municipal em relação ao empréstimo de 120.000 contos feito pela CMB

Segundo o PAICV, esta situação representaria um uso ineficiente dos recursos financeiros, uma vez que a maior parte do montante solicitado não seria aplicada directamente em investimentos para o desenvolvimento da ilha. O partido defende a necessidade de uma gestão transparente e responsável dos recursos públicos, com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável da Brava.

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) declarou que não será nunca contra empréstimos, desde que estes sejam direccionados para investimentos que tragam retorno e benefício social para a população da ilha Brava. A afirmação foi feita pelo líder do PAICV local num video publicado nas redes sociais. 

O líder do PAICV/Brava enfatizou a importância de garantir que os empréstimos sejam utilizados de forma responsável e transparente, garantindo que os recursos sejam investidos em projetos que tenham um impacto positivo duradouro na qualidade de vida dos habitantes da ilha.

O partido também destacou a importância de promover o desenvolvimento sustentável da ilha, focando em áreas como a educação, saúde, infraestrutura e turismo. O líder do PAICV reiterou o compromisso do partido em trabalhar em colaboração com as autoridades locais e outros partidos políticos para garantir que os recursos sejam utilizados de forma eficaz e transparente, visando o benefício da população da ilha Brava.

A declaração do PAICV surge num momento em que a ilha enfrenta desafios económicos significativos, com as decisões erradas do município a ter um impacto negativo no bem-estar da população. O partido enfatizou a importância de encontrar soluções criativas e sustentáveis para impulsionar o desenvolvimento da ilha, garantindo ao mesmo tempo a sustentabilidade financeira e o benefício social a longo prazo.

O PAICV reafirmou o seu compromisso em trabalhar em prol do desenvolvimento inclusivo e sustentável da ilha Brava, garantindo que todas as localidades possam beneficiar do progresso económico e social.

MS

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow