Brava: Idosos recebem com “afago” os voluntários da Cruz Vermelha

  • 12/05/2019 14:05

Dezenas de voluntários da Cruz Vermelha na ilha Brava saíram hoje às ruas, levando “amor e mimo” a uma centena de idosos e acamados em todas as zonas.

No âmbito das comemorações do 44º aniversário da Cruz Vermelha, celebrados no passado dia o8 de Maio, sob o lema “amor”, a presidente do Conselho Local da Cruz Vermelha, Edith Silva, explicou à Inforpress que este ano os membros da instituição na Brava decidiram chegar mais perto daqueles que muitas vezes são esquecidos.

Sendo assim, os voluntários na “Ilha das Flores” dividiram-se em grupos e foram visitar estas pessoas, oferecendo-lhes “um pouco daquilo que o dinheiro não compra”, ou seja, afecto, carinho, uma palavra de conforto, entre outros gestos que as levaram a sentirem-se acarinhadas pelos voluntários da instituição.

Além do “amor e do mimo”, levaram a estas pessoas uma cesta providenciada pela Cruz Vermelha Nacional, e, também, aproveitaram para medir a pressão arterial destas pessoas, tendo em conta que este mês também é considerado o Mês do Coração.

Para estes idosos, conforme membros de alguns grupos, este foi uma das “melhores” demonstrações de afecto e carinho que receberam por parte de instituições, onde alguns choraram de emoção, tiveram a oportunidade de conversarem e desabafarem diante de pessoas que lhes escutaram “com atenção”.

Muitos que já tinham vários meses sem saber do estado da pressão arterial, tiveram a oportunidade de medi-la hoje e mesmo os que estão acompanhados de familiares, sentiram-se acarinhados de “uma forma diferente”.

E aqueles que fizeram este trabalho, garantiram que foi um dia “diferente” e que a sensação que tiveram ao demonstrar todo o amor e o carinho a estas pessoas que retribuíram na “mesma intensidade”, não há explicação.

MC/JMV

Sociedade, Saúde, SalidariedadeInforpress/fim