Franjas da população da Brava contra a escolha de Francisco Tavares para encabeçar a lista do MpD para as autárquicas

  • 15/06/2020 10:54

Esta escolha está revoltando parte da população da Brava, principalmente os mais conservadores, os religiosos, classe docente e idosos, pelo facto de meses atrás ter vazado a público imagens íntimas do agora candidato.

“Num país sério, Tavares deveria ser banido da política e nunca mais trabalhar como professor. Revolta saber que o MpD, um partido com uma história em Cabo Verde se dá ao desaforo, num claro desrespeito pela população da ilha, colocar ele como candidato” desabafa um residente de Nova Sintra.

“Francisco Tavares deveria candidatar a outra coisa, menos para liderar este município”, avança um outro jovem da localidade Santa Barbara em tom jocoso, para acrescentar que o MpD tirara lições deste desrespeito pela ilha”.

O PAICV não quis pronunciar sobre a matéria, pois diz mais preocupado em apresentar suas ideias e ser uma forte alternativa para colocar a ilha no caminho correcto, rumo ao desenvolvimento e em benefício da população. “Ilha Brava fará o julgamento da postura do actual edil, pois estamos uma sociedade onde se respeita a família e os bons costumes.

 

MS