O chico-espertismo de Cabo Verde - Votou abstenção porque a resolução era parcial.

A nível da CPLP, o único país que não foi parcial foi Cabo Verde. A nível da CEDEAO, Cabo Verde também foi o único que não foi parcial, porque todos os outros países presentes que votaram favoravelmente foram parciais.

Nov 2, 2023 - 05:36
 0  84
O chico-espertismo de Cabo Verde - Votou abstenção porque a resolução era parcial.
Somos mesmo o país mais inteligente de entre os falantes de língua portuguesa, os únicos a toparem no texto a parcialidade na pausa humanitária.
Bravo!!!
As questões que deveriam ser colocadas a Cabo Verde eram as seguintes: o que é que a pausa humanitária para assistir a civis palestinianos com comida, água, assistência médica e medicamentos tem a ver com condenação dos atos do Hamas?
Os civis palestinianos têm que pagar por atos do Hamas?
A sua assistência humanitária deve estar condicionada à condenação das ações do Hamas?
Tivesse Cabo Verde colocado essas questões a si próprio, talvez não teria escolhido a via da indiferença.
Ora bem, Cabo Verde não sabe que aplicação do direito internacional humanitário independe da condenação ou não dos atos perpetrados por Hamas?
Não sabe Cabo Verde que privar população inteira de comida, água e medicamentos é crime de guerra e é violação do direito internacional humanitário?
Há momentos que o melhor a fazer é ficar mesmo calado, pelos menos beneficiava-se do benefício da dúvida.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow