Brava: Projecto Weblab já conta com cerca de 100 alunos a frequentarem as formações

  • 10/05/2019 05:33

O Projeto Weblab, do Ministério da Educação na ilha Brava, conta com 100 alunos iniciantes e avançados nas formações oferecidas neste laboratório.

Segundo a coordenadora, Juliana Sanches, esta quarta-feira, iniciaram cinco turmas, constituídas por 12 alunos cada, uma formação em iniciação a robótica, e os outros 36 alunos que já frequentavam as formações, vão entrar na terceira fase, que é a manutenção de computadores e multimédia.

A formação está a decorrer em dois períodos e Juliana Sanches diz-se satisfeita, pois “os que inscreveram e que já iniciaram demonstram desejo e vontade de aprender as novidades e as curiosidades que a área lhes permite ter e os que já estavam a frequentar as formações, não têm desistido”.

A mesma adianta ainda que a formação não é exclusivamente dedicada aos alunos que estão a frequentar o ensino básico ou o secundário, mas também para outras pessoas que têm interesse em desenvolver as suas habilidades tecnológicas.

Telmo Fortes, Armando Leite, aluno do 9º ano, que está a participar pela primeira vez nas formações do projecto demonstrou o seu entusiasmo à Inforpress.

“Nesta formação vou aprender a programação de robôs, a manusear programa de programação no computador e outras descobertas que as novas tecnologias nos permitem ter e fazer”, disse este graúdo, acrescentando que desde sempre, foi “apaixonado” pelas novas tecnologias e esta é uma forma que encontrou para “dar asas a sua paixão”.

Élida de Pina, que já frequenta estas formações desde o início, explicou à Inforpress que veio participar nesta formação devido a sua “importância e relevância”, destacando que é uma “óptima oportunidade para desenvolver a nossa capacidade, além de dar um suporte nas aulas de informática que têm nas disciplinas anuais”.

A responsável pede aos pais e encarregados de educação que incentivem os seus filhos a participarem nas formações oferecidas pelo projecto, pois, leva-os a descobrirem coisas novas e se bem utilizadas, os conhecimentos da área servem de suporte nas outras disciplinas.

MC/CP

Inforpress/fim