Brava: ARAB culpa CV Fast Ferry por deixar atletas sem participar no campeonato de atletismo

  • 03/05/2019 05:40

A Associação Regional de Atletismo da Brava (ARAB) responsabilizou a companhia de navegação Cabo Verde Fast Ferry pela ausência dos atletas da ilha no campeonato de atletismo de Cabo Verde, em sub-18 e sub-20, na Cidade da Praia

Segundo o presidente da ARAB, João Paulo Silva, o campeonato será realizado no próximo fim-de-semana, no Estádio Nacional, na Cidade da Praia, mas, “infelizmente”, os atletas “não têm como viajar”, por a companhia ter vendido as passagens directas para a Praia, a partir da ilha do Fogo.

“A nossa não participação deve-se ao facto de, incompreensivelmente a CV Fast Ferry ter vendido todas as passagens directas para a Praia, a partir do Fogo”, declarou a mesma fonte, ou seja, prosseguiu, quem veio festejar o 1° de Maio no Fogo tem “mais direito” do que os passageiros da Brava.

Segundo João Paulo Silva, “não se percebe o porquê da não reserva” até 24 horas antes da viagem dos navios da CV Fast Ferry, de pelo menos dez lugares para os passageiros da Brava.

O dirigente garantiu que soube por “fonte fidedigna” que “todos os lugares já estavam indisponíveis” desde segunda-feira.

O dirigente salientou que os jovens atletas Melissa Vieira e Jailton Garcia, estavam preparados para “melhor representarem a Brava”, mas, “infelizmente”, conforme o mesmo, a “inércia, o descaso e o abandono” a que ilha “está entregue”  colocam esses mesmos jovens com “sonhos desacreditados”, o que se aplica também ao seu treinador Adelino.

Mesmo com esta situação, João Paulo Silva deixou uma mensagem aos bravenses, adiantando que tudo a associação tudo fará para continuar a dignificar o atletismo bravense.

MC/AA

Inforpress/Fim