Brava: Director do Complexo Educativo de Nova Sintra (CENS) considera “bastante satisfatórios” os resultados do 1º trimestre

  • 11/01/2023 07:17

 O director do CENS considerou hoje que os resultados obtidos no primeiro trimestre do ano lectivo 2022/23 foram “bastante satisfatórios”, mas que vão trabalhar para melhorar ainda mais.

Em declarações à Inforpress, David Pascoal fez o balanço dos resultados e do decorrer do trimestre, considerando que o trimestre se iniciou com “serenidade e tranquilidade” comparado com os dois anos anteriores, quando todos os sectores foram afectados pela pandemia da covid-19.

Segundo este dirigente, no CENS conseguiu-se, dentro daquilo que é o calendário escolar, iniciar as aulas com todos os professores disponíveis e com todos os alunos nas salas de aulas, sem nenhum constrangimento.

Quanto aos resultados, anunciou que no primeiro ciclo do Ensino Básico Obrigatório tiveram resultados próximo de 92 por cento (%) de notas positivas, no segundo ciclo 81%, perfazendo um total de 85,4% de positivas no Ensino Básico e 89 % no Ensino Secundário.

Apesar dos resultados positivos, David Pascoal destacou que esses são resultados globais, mas é evidente que há níveis e disciplinas com maior número de dificuldades e o foco nos próximos trimestres vai concentrar-se nas disciplinas e níveis de ensino que apresentaram maiores dificuldades.

“Não estou a dizer que nenhum aluno vai reprovar, porque não é muito provável, mas a equipa vai tentar debelar a percentagem de negativa para poder ter resultados melhores nos próximos trimestres”, sublinhou o dirigente.

Quanto ao transporte escolar, mesmo não sendo da sua responsabilidade, realçou que não se registaram casos de alunos que deixaram de assistir às aulas por falta de transporte, ressaltando que na ilha o transporte é totalmente gratuito, suportado pela Câmara Municipal da Brava e a FICASE.

Já em relação à cantina escolar, destacou que funciona para o Ensino Básico, mas com algum défice por causa de carência de algum género alimentício, mas que funcionou todos os dias lectivos.

Neste quesito, assumiu que é preciso melhorar naquilo que é a qualidade das refeições, de forma a proporcionar aos alunos uma melhor refeição possível, destacando algumas parcerias que tem permitido algumas escolas melhorarem as suas refeições.