Brava: Sacerdote diz que Nossa Senhora representa “muito” para os cristãos

  • 18/08/2020 04:55

 frei Matias Silva disse hoje que Nossa Senhora para os cristãos representa “muito”, sendo modelo de fé, esperança, amor e da disponibilidade, das pessoas que estão abertas de alma e de coração para acolher a vontade de Deus.

O sacerdote fez esta consideração em entrevista à Inforpress, após a missa solene em honra a Nossa Senhora do Monte, na Brava, que conforme explicou, em todo o mundo é celebrada hoje, a Ascensão de Nossa Senhora, mas em cada paróquia ou lugar que é celebrado, o dia é atribuído um título diferente.

Segundo a mesma fonte, o “Sim” de Maria dado na anunciação deve ser para os cristãos o exemplo de quem que diante de Deus é “totalmente disponível e sempre pronto a responder na fé”.

Pois, conforme explicou, Maria quando respondeu sim a Deus “respondeu incondicionalmente e confiante porque também não tinha entendido tudo”.

“Quando nós confiamos mesmo não entendendo, estamos a agir com fé”, disse o religioso.

E falando da fé, o sacerdote defendeu que a “única coisa que é urgente na vida dos cristãos é Deus”. E para que Deus seja urgente na vida dos fiéis cristãos, é preciso de fé.

“Deus é tudo. Quando nós assumimos que tudo o que somos e temos está na dependência de Deus, Deus tem de ser prioritário e se é prioritário é urgente”, enfatizou.

Ou seja, reforçou que “não há nada que nós ante-pomos a Deus. Por mais pressa que tivermos, Deus está sempre em primeiro lugar”.

Questionado sobre o título que é celebrado na Brava, este religioso acentuou que Nossa Senhora do Monte não é um título exclusivo da Brava.

Pois, conforme avançou, procurou entender a origem, tendo em conta que já se celebra a Nossa Senhora do Monte Cintinha, Nossa Senhora de Monte Carmelo, entre outros Montes.

Mas, celebrado com o título de Nossa Senhora do Monte, disse que teve de fazer uma “ligação quase inevitável” com a ilha da Madeira, uma vez que é celebrada com este título nesta ilha.

“E, tendo em conta que a Brava teve uma grande componente de gente da Madeira e sabendo que esta é a aldeia de Nossa Senhora do Monte, e a paróquia foi fundada no século XIX, mais ou menos em 1826, é provável que esta devoção tenha vindo da ilha da Madeira em Portugal”, explicou Frei Matias.

Tendo em conta a situação vivida devido à pandemia da covid-19 foi feita a procissão da imagem no carro e a celebração Eucarística decorreu no complexo cultural desportivo que seria inaugurado esta tarde pelo ministro do Desporto, mas devido à chuva foi adiado para domingo.