Covid-19/Brava: Delegacia de Saúde inicia aplicação de testes rápidos aos passageiros que chegam do Fogo

  • 30/08/2020 12:05

 Delegacia de Saúde da Brava aplicou hoje 55 testes rápidos aos passageiros que vieram da ilha do Fogo, como forma de “diminuir” a possibilidade da entrada do novo coronavírus na ilha.

Esta informação foi avançada à Inforpress pelo delegado de Saúde, Júlio Barros, que explicou que além de decidir aplicar testes aos passageiros que cheguem da ilha do Fogo, já com casos positivos confirmados da covid-19, reforçaram o sistema de controlo no porto da Furna.

Segundo a mesma fonte, decidiram aplicar os testes porque os que viajam da cidade da Praia realizam testes antes da viagem, mas na ilha vizinha do Fogo, mesmo com casos positivos, os passageiros ainda estão a viajar sem a exigência do teste.

Portanto, logo à chegada do navio, contou que os passageiros passam a sair em grupos de dez e são encaminhados para fazer a higienização das mãos, seguindo o distanciamento recomendado com a sinalização no chão, para depois terem acesso a uma tenda onde são submetidos ao teste, à triagem e ao controlo dos passageiros.

Dos 55 testes aplicados hoje, Júlio Barros avançou que todos testaram negativo e que a ideia é continuar com esta iniciativa até que comecem a fazer os testes na ilha do Fogo antes das viagens.

Estes passos, conforme sublinhou o delegado de Saúde, destinam-se a prevenir logo à chegada, e aproveitou para apelar aos passageiros a cumprirem com as medidas emanadas pelo Governo em relação ao distanciamento social, uso de máscaras e as exigências necessárias para viajarem.

Além disso, pediu à população bravense que também faça a sua parte para que a ilha possa manter-se livre do vírus.

O País já contabiliza 882 casos activos, 2.855 recuperados, 39 óbitos, dois doentes transferidos e um total de 3.778 casos positivos acumulados e somente a ilha Brava mantém-se sem casos positivos da covid-19.

MC/AA

Inforpress/Fim