Acusações de Traição: Filú e Júlio Correia Respondem a Campanha de Difamação nas Redes Sociais

Felisberto Vieira, conhecido como Filú, denunciou uma campanha nas redes sociais organizada por instituições de Cabo Verde para rotulá-lo, junto com Júlio Correia, como traidores do PAICV após serem fotografados cumprimentando o Primeiro-Ministro no Cabo Verde Trade Investment Forum. Segundo a FORCV, Filú refuta as acusações e destaca a importância da verdade e lealdade em sua trajetória política.

Jul 9, 2024 - 20:25
 0  55
Acusações de Traição: Filú e Júlio Correia Respondem a Campanha de Difamação nas Redes Sociais
Felisberto Vieira e Júlio Correia

Felisberto Vieira, conhecido como Filú, alertou sobre uma campanha organizada nas redes sociais por altas instituições de Cabo Verde, que busca rotular ele e Júlio Correia como traidores do PAICV. Segundo informações reportadas pela FORCV, a acusação foi motivada pelo simples fato de ambos terem participado no Cabo Verde Trade Investment Forum, realizado em 2 de julho em Boston, patrocinado pelo Governo de Cabo Verde, e terem sido fotografados cumprimentando o Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.

Em nota publicada nas redes sociais, Filú expressou sua indignação:

"É vergonhosa a forma como certa gente, por sinal bem localizada e enquadrada, anda a tornar viral algumas fotografias, em que estou eu, Júlio Correia e Ulisses Correia e Silva, manipulando o seu contexto (que era o Fórum de Investimento ou a Festa da Independência Nacional) e passando a mensagem subliminar de 'prova' de estarmos, eu e Júlio Correia, a fazer o 'jogo do MPD'", afirmou Filú.

De acordo com o que a FORCV reportou, Filú destaca que o envio articulado das fotografias vem acompanhado de mensagens de ódio, numa tentativa de transmitir a ideia de que eles traíram o PAICV. Ele refuta veementemente tais acusações, afirmando que sempre manteve uma trajetória de verdade, lealdade e responsabilidade, e questiona os motivos por trás dessa campanha difamatória.

Filú também relembra um episódio semelhante ocorrido em 2011, quando apoiantes da candidatura presidencial de Aristides Lima foram rotulados de "ratos" e "traidores" pelo então Primeiro-Ministro, ferindo a convergência interna do PAICV. Segundo ele, essas manobras antidemocráticas continuam a prevalecer, polarizando e incendiando o debate político em Cabo Verde.

Ele finaliza a nota deixando claro que não há ilegalidade ou ilegitimidade em estar nas fotografias com titulares da República em eventos públicos. Filú sugere que, se o próximo desafio político incluir um pacto social e político alargado, recusa do populismo messiânico, desmonte do estalinismo ideológico, mais transparência e governança real, ele estará disposto a retornar à política ativa, sempre dentro dos limites da Constituição e com elevado sentido de responsabilidade e patriotismo.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow