Brava: XIII edição da Feira da Agro-pecuária arranca esta quinta-feira

A 13ª edição da Feira Agro-pecuária da ilha Brava, intitulada Impulsionando o Desenvolvimento Rural Sustentável decorre de 20 a 22 de Junho, na cidade de Nova Sintra, e pretende montar 30 stands de diversas índoles.

Jun 20, 2024 - 05:13
 0  49
Brava: XIII edição da Feira da Agro-pecuária arranca esta quinta-feira

A informação foi avançada à Inforpress pelo delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) na Brava, Ermelindo Barros, que reforçou que esta edição está a ser organizada em parceria com a Câmara Municipal da Brava, contando também com a colaboração de outros parceiros e de toda a comunidade.

O evento é realizado anualmente no decorrer da programação das actividades de comemoração do dia do município e da festa do santo padroeiro, São João Baptista, celebrados a 24 de Junho, e tem como objectivo “promover o desenvolvimento da economia agrária e impulsionar a competitividade do sector”.

Segundo o delegado, o intuito é apresentar uma programação abrangente e diversificada com vista no fortalecimento dos laços entre produtores, criadores, empresários e a comunidade em geral, de forma a incentivar o intercâmbio de conhecimentos, experiências e oportunidades.

Dai, explicou que o lema escolhido para esta edição, aborda a ideia de promover o crescimento e a melhoria das áreas rurais, ao mesmo tempo que se adoptam práticas e abordagens que sejam ecológica, social e economicamente sustentáveis.

“O tema Impulsionando o Desenvolvimento Rural Sustentável representa um compromisso com a criação de comunidades rurais prósperas e saudáveis, que podem prosperar a longo prazo, sem prejudicar o meio ambiente ou comprometer as necessidades das gerações futuras. Envolve a adopção de práticas, políticas e investimentos que buscam o equilíbrio entre o crescimento económico, a preservação ambiental e a justiça social”, sublinhou.

Pretende-se, igualmente, promover e valorizar os produtos “made in Brava” com a exposição de produtos agro-pecuários, pesqueiros e artesanais, com o objectivo de fortalecer a economia local, mas também a promoção da troca de conhecimentos, apresentação de inovações tecnológicas, profissionalização do sector primário, estimulação de práticas de consumo sustentável, diversificação do turismo e cultura na ilha, fortalecer a competitividade do sector agrário, entre outros aspectos.

Sobre a identidade dos expositores, a comissão avançou que haverá participantes da Brava, mas que também foram convidados outros da ilha do Fogo.

Da programação constam, além da exposição dos produtos, momentos de informação, workshops, palestras, conversas abertas, entre outras.

Inforpress/Fim

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow