Brava: Cooperativa dos Armadores, Pescadores e Peixeiras tenciona transformar Lomba Tantum num ponto turístico da ilha

  • 12/12/2019 05:23

A Cooperativa dos Armadores, Pescadores e Peixeiras (CoopUnipesca) de Lomba Tantum pretende trabalhar para transformar a comunidade, tendo em vista a valorização dos produtos do mar nesta zona e transformá-la num ponto turístico.

Em declarações à Inforpress, o dirigente desta cooperativa, Anildo Lobo, após a tomada de posse dos membros, explicou que a estratégia vai assentar na valorização dos produtos do mar, capturados de forma artesanal e sustentável, partindo do princípio de que são necessárias estruturas em terra para valorizar os produtos do mar.

Além disso, reforçou que vão apoiar a comunidade em alguns ramos que ainda não existem ou que são deficitários e tentar concentrar a visão de turistas nesta comunidade.

Este dirigente destacou que a CoopUnipesca marcará a diferença em dois pontos-chave, na forma como é feita a captura do pescado, pelo método da pesca artesanal, e através de um comércio justo.

Segundo o responsável, muitas vezes os pescadores capturam grande quantidade de pescado, mas não conseguem dar saída na ilha, pois esta é pouco desenvolvida e é necessário arranjar soluções para que não haja prejuízos.

Destas soluções, apontou as diversas formas de conservação e transformação do pescado, não descartando a “grande possibilidade” de exportação do excedente para as ilhas do Fogo e de Santiago.

De acordo com Anildo Lobo, a “união e centralização” das suas capturas permitem um posicionamento no mercado, com uma certa escala de segurança e na defesa dos armadores, pescadores e peixeiras, que de outra forma seria “difícil obter”.

“Isto permitirá eliminar intermediários e logo a cadeia de comercialização é mais curta e, consequentemente, mais justa, o que também beneficia o consumidor”, considerou o dirigente associativo.

Esta cooperativa foi criada no âmbito do projecto-piloto do plano de Desenvolvimento Local, ligado aos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que vai ser implementado na localidade de Lomba-Tantum, o Brava Fish.
A cooperativa já foi oficializada e publicada no Boletim Oficial.

A sua sede já se encontra em construção e vão trabalhar no sentido de promover emprego para a camada jovem desta localidade.

Neste momento, Anildo Lomba adiantou que já contam com 25 sócios, mas que se encontram na fase de sensibilização, tendo em vista abarcar um número maior de associados.

MC/JMV

Inforpress/fim