Brava: Edifício degradado e tremores de terra provocam “pânico e medo” nos alunos e professores de escola básica

Os alunos e professores da Escola Básica de Nossa Senhora do Monte (EBNSM), na Brava, afirmaram hoje vivenciar dias de “pânico e medo” no estabelecimento escolar com estruturas degradadas, uma vez que a ilha tem estado a tremer constantemente.

Nov 27, 2023 - 14:37
 0  71
Brava: Edifício degradado e tremores de terra provocam “pânico e medo” nos alunos e professores de escola básica

Em declarações à Inforpress, o professor José Henrique Ramos salientou que nestas últimas semanas os alunos e os funcionários da escola têm estado em “pânico constante” devido aos abalos sísmicos, que têm estado a acontecer na Brava, tendo em conta a degradação do estabelecimento escolar, o que tem representado “perigo” permanente para todos.

“Uma sala já foi interditada e já mostrou sinais visíveis que futuramente pode cair. É um aspecto muito negativo para o nosso estabelecimento de ensino e da nossa ilha, tendo em conta que temos uma escola bastante degradada”, informou.

Segundo o mesmo, toda a comunidade educativa tem estado “preocupada e com medo”, visto que, o tremor de terra não tem hora para acontecer e o edifício escolar pode não aguentar tantas tremuras.

“Às vezes estamos na sala com os alunos e, dias atrás, aconteceu o fenómeno [abalos sísmicos] e foi momentos de pânico, inclusive teve alunos que se sentiram mal”, precisou.

Este professor apelou ao Governo e a todas as entidades ligadas à educação a terem mais atenção na situação que se encontra a EBNSM, uma vez que, o tremor tem estado a acontecer com frequência, colocando em causa a segurança de todos que estudam e trabalham nesta instituição de ensino.

Por sua vez, a aluna Ivanilda Cardoso, também disse estarem com bastante medo porque a escola está muito degradada e os abalos têm sido frequentes.

“Os últimos tremores de terra deixaram alguns danos visíveis, tendo em conta que as paredes da escola já deram sinais de arrombamento e, por isso, veio um senhor que com um ferro começou a tirar vários pedaços de concreto que estavam prestes a cair”, comentou.

Ivanilda Cardoso mostrou-se receosa de estar dentro da sala ou do edifício escolar, afirmando que a situação é “preocupante”, visto que, a qualquer hora a escola pode desabar.

“Embora já tenha sido interditada uma sala que não tem condições de receber alunos, por causa da degradação e do perigo que representa para nós, os alunos e os professores, a escola em si demonstra risco, devido aos frequentes tremores de terra”, finalizou.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow