Ministro diz que ilha Brava continua no nível de alerta de escala três e a registar algumas actividades sísmicas

O ministro da Administração Interna avançou hoje que a ilha Brava continua em alerta e a registar algumas actividades sísmicas, mas assegurou que neste momento a população está mais tranquila.

Nov 27, 2023 - 14:36
 0  89
Ministro diz que ilha Brava continua no nível de alerta de escala três e a registar algumas actividades sísmicas

Paulo Rocha falava à imprensa na manhã de hoje, à margem da reunião do Conselho Nacional da Proteção Civil convocada para analisar e avaliar a situação de contingência e alerta na ilha Brava, na sequência do tremor de terra de magnitude de 4 a 4,5 na escala de Richter, registado a 30 de Outubro, na Brava e no Fogo.

Segundo o governante, após uma análise do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG), a ilha Brava continua no nível de alerta três, em decorrência das “sucessivas actividades sísmicas”.

“Nos estamos cautelosos, estamos a agir na prevenção, a situação de momento é de tranquilidade, mas uma vez que do ponto de vista técnico científico há um registo de eventos que nos faz estar no nível de alerta três do ponto de vista da protecção civil também há um conjunto de ações que tem que ser todas no âmbito do sistema nacional”, declarou Paulo Rocha.

O ministro explicou que neste momento encontra-se na ilha uma equipa do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros, acompanhada de outros técnicos que estão na Brava através do sistema das Nações Unidas em Cabo Verde a trabalhar no reforço das acções de sensibilização junto das escolas, comunidades e autoridades locais, visando dar respostas.

Do ponto de vista operacional, adiantou que estão na fase de preparação e de análise dos meios à disposição, para caso for necessário colocar em ação o plano de contingência e de evacuação da ilha Brava, elaborado em 2016.

“A comunidade já esteve mais preocupada neste momento é uma comunidade mais tranquila, mas a ação do reforço permanente de sensibilização e de partilha de informação vai sendo feita no terreno, sem muito alarme, sem estar a preocupar desnecessariamente quem não tem que se preocupar, mais as pessoas precisam saber qual é que é a realidade e saber também como agir”, sublinhou.

De acordo com à Inforpress, os alunos e professores da Escola Básica de Nossa Senhora do Monte (EBNSM), na Brava, afirmaram hoje vivenciar dias de “pânico e medo” no estabelecimento escolar com estruturas degradadas, uma vez que a ilha tem estado a tremer constantemente.

Segundo o professor José Henrique Ramos, nestas últimas semanas os alunos e os funcionários da escola têm estado em “pânico constante” devido aos abalos sísmicos, que têm estado a acontecer na Brava, tendo em conta a degradação do estabelecimento escolar, o que tem representado “perigo” permanente para todos.

O ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, desloca-se ainda hoje à ilha Brava.

Um tremor de terra de magnitude de 4 a 4,5 na escala de Richter abalou as ilhas Brava e do Fogo, na noite do dia 30 de Outubro, de acordo como INMG.

No Fogo, o abalo sísmico foi sentido com intensidade na cidade de São Filipe e um pouco por toda a ilha e deixou a população preocupada.

O sismo de maior intensidade e que foi sentida pela maioria da população aconteceu às 21:00, mas, segundo informações do INMG, houve um tremor de terra às 21:22, mas de menor intensidade.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow