Brava: Festa de Natal decorreu na normalidade e sem grandes ocorrências – autoridades

  • 26/12/2019 18:10

As autoridades bravenses garantiram hoje que a festa do Natal decorreu dentro da normalidade e “sem nenhuma ocorrência de realce” nos dias 24 e 25.

Em declarações à Inforpress, o comandante da Esquadra Policial da ilha, Higor Almeida garantiu que durante esses dois dias, assim como nos outros, a sua equipa cumpriu com o plano de operação, mas não foi registado nenhum caso de realce.

De igual modo, em contacto com o médico Júlio Barros, delegado de Saúde da Brava, este também confirmou que não tiveram nenhum caso de realce fruto das actividades festivas, afirmando que “tudo decorreu na perfeita normalidade”.

Por seu turno, o presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, fez também um balanço “muito positivo” das actividades realizadas e pela harmonia verificada nestes dias entre os munícipes.

O presidente da câmara realçou que da parte da autarquia conseguiram fazer o Natal dos idosos que envolveu cerca de 70 pessoas idosas de todas as localidades da ilha, desta vez, na localidade de Furna.

Também, foi realizada uma noite branca, por iniciativa de duas jovens em parceria com a câmara municipal e na tarde de quarta-feira, 25, as crianças encontraram montado um pula-pula, na praça Eugénio Tavares, que segundo informações do edil foi adquirido pela autarquia para “abrilhantar” a tarde dos mais pequenos que todos os anos no final do dia de Natal se concentram neste local.

O pula-pula foi um atractivo que levou muitas crianças a abandonarem os brinquedos que trouxeram de casa para pularem no brinquedo que é raro encontrarem na ilha.

A Câmara Municipal da Brava está a trabalhar no sentido de disponibilizar transporte, todos os dias, para ir buscar as crianças das localidades mais distantes para brincarem no pula-pula, já que não possuem esta facilidade como os de Nova Sintra.

E, para dar o pontapé de saída, inicia-se hoje com as crianças de Palhal, Pau e de Fajã d´Água, nos próximos dias serão as crianças de Mato, Mato Grande, João da Noli, Mato Grande, entre outras.

Outra novidade que o edil apontou foi a iluminação da praça Eugénio Tavares, feita graças ao apoio de um grupo de emigrantes nos Estados Unidos da América que recolheu materiais de iluminação durante o ano e a câmara municipal arranjou outros materiais necessários, fazendo assim a iluminação da praça.

A iluminação da praça foi  um motivo de elogios por parte dos munícipes que disseram à Inforpress que é a primeira vez que a praça foi iluminada desta forma, até porque, no ano passado as únicas luzes que se viram nas ruas, foram as das casas individuais e a luz dos postos da Electra.

MC/AA

Inforpress/Fim