Brava: Projecto de dessalinização está atrasado mas irá resolver défices de água no concelho – edil

O presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, admitiu hoje que o concelho tem tido défices de água, mas considerou que o projecto de dessalinização deverá resolver definitivamente o problema.

Feb 24, 2024 - 02:18
 0  79
Brava: Projecto de dessalinização está atrasado mas irá resolver défices de água no concelho – edil

Em declarações à Inforpress, Francisco Tavares informou que a obra do projecto de dessalinização teve um pequeno atraso, isto porque, era para estar tudo pronto no final do mês de Junho de 2023, mas garantiu que a infra-estrutura está num ritmo mais acelerado e em 40 por cento (%) de execução.

“Os materiais e equipamentos já se encontram na Brava e também na semana passada começaram a fazer a conduta de adução de água, que vem do reservatório principal da cabeça da avenida até ao um novo reservatório que será construída na localidade Santa Barbara, para fazer a ligação com a unidade dessalinizadora que é o ponto de abastecimento de água”, explicou.

Nesta situação a edilidade aproveitou para informar os munícipes que a Rua da Cultura estará interditada durante os meses de Fevereiro e Março, tendo em conta que foram abertas valas para introduzirem tubos de diâmetro maior e servir o abastecimento de água dessalinizada no reservatório principal de Nova Sintra.

O edil admitiu que a situação de falta de água na Brava é “gritante” e o município está em carência de quantidade de água para abastecer a população, realçando que a empresa distribuidora, Aguabrava, tem feito um esforço enorme na repartição de água, mesmo com grandes dificuldades.

Francisco Tavares defendeu que o projecto de dessalinização de água é a solução que trará a garantia de que o município irá ter este líquido em quantidade suficiente, o dia e o ano todo, não dependendo somente das chuvas e ainda reconheceu que haverá mais vantagem, uma vez que a ilha tem água no subsolo com excesso de fluor, que é prejudicial para a saúde humana.

“Estamos bastante satisfeitos e ansiosos para o início da produção de água através da unidade dessalinizadora, que está a ser montada na zona de Forte, perto da localidade da Furna, e penso que os próximos seis meses serão suficientes para o término da obra”, manifestou.

O Edil finalizou agradecendo ao Governo e ao seu parceiro, no caso a Cooperação Luxemburguesa, pelo o financiamento deste “grande” projecto estrutural e fundamental no processo de desenvolvimento da Brava.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow