Brava: CV Fast Ferry “indignada” com vistoria do IMP “sem aviso prévio”

  • 03/05/2019 05:39

A direcção da CV Fast Ferry manifestou-se “indignada” com a vistoria realizada quinta-feira, 02, na Cidade da Praia, ao seu navio Kriola, pelo Instituto Marítimo e Portuária (IMP), o que a levou a cancelar a viagem Praia-Fogo-Brava.

Conforme nota enviada à Inforpress, a CV Fast Ferry informou que no horário de chegada no porto da Praia, no dia 02, as embarcações Kriola e Praia d’Aguada passaram por uma inspecção de vistoria feita pelo IMP, tendo o navio Praia d’Aguada sido avaliado positivamente.

No navio Kriola, por seu lado, foram identificadas “algumas irregularidades”, relacionado com documentos e local de arquivo, o que levou ao impedimento da viagem conforme a programação.

A companhia revela “total indignação” pela forma como o processo decorreu, sem pensar no isolamento da ilha Bava e no respeito pelos passageiros que já se encontravam no check-in no Porto da Praia, o que causou “transtornos directos” aos mesmos, principalmente aos que se encontram retidos na ilha do Fogo, aquando das festas de São Filipe.

Ainda, lê-se na referida nota, os documentos solicitados na quinta-feira serão entregues no período de manhã de hoje e o horário de partida do porto da Praia, assim como a alteração do programa das viagens Praia/Fogo/Brava, será anunciado assim que o ferry Kriola for libertado pelas autoridades.

Segundo a nota, a CVFF está “envidando esforços no sentido de resolver a situação o mais breve possível”, aproveitando para pedir e agradecer a compreensão de todos.

MC/AA