Futebol/Inter-Ilhas: Brava empata com Sal e complica contas na competição

  • 07/07/2019 11:50

 A selecção da Brava não foi além de um empate a uma bola com o Sal, complicando assim as suas contas na Taça Independência, uma vez que tinha perdido no jogo de estreia com a ilha do Fogo.

Num jogo que foi repartido de início ao fim, a equipa do Sal, treinada pelo antigo seleccionador nacional de Cabo Verde, Lúcio Antunes, foi quem marcou primeiro, aos nove minutos, por intermédio de Duda.

Um golo que não tirou a motivação dos jogadores da Brava, que não baixaram os braços perante o Sal, que procurava, a todo o custo, ampliar a vantagem.

Entretanto, quando eram 23 minutos do segundo tempo, foi a selecção da Brava quem conseguiu o tento. Keita, de cabeça, meteu a bola no sítio certo, após a marcação de um pontapé de canto.

Em declarações à imprensa Adilson Bango disee foi um jogo difícil, tendo em conta que a Brava jogou na sexta-feira.

“Foi um jogo cansativo, mas mostramos qualidade, contra uma equipa muita boa”, acrescentou o treinador adjunto, acreditando na passagem da Brava para as meias-finais, embora os cálculos estejam complicados.

Lúcio Antunes reconheceu o empate como um resultado justo. O técnico destacou ainda a vantagem do Sal na primeira parte e o sinal mais da Brava no segundo tempo. O objectivo é, segundo disse, preparar para o próximo jogo contra o Fogo e ultrapassa-lo na tabela classificativa.

O grupo A é liderado por Santo Antão, que segue imparável com duas vitórias e seis pontos, segue a selecção do Fogo com três pontos, Brava e Sal seguem a seguir com um ponto cada. O anfitrião São Nicolau está na última posição.

Já o grupo B, cujos jogos de hoje acontecem no estádio Orlando Rodrigues no Tarrafal, é liderado por Santiago, com três pontos, seguido de São Vicente e Boa Vista que empataram a zero. Maio e o colectivo da Diáspora ainda não pontuam. Neste grupo a bola gira este domingo, com as seguintes partidas: Santiago Vs Diáspora e Boa Vista Vs Maio.