Brava: Comunidade educativa conhece a campanha “Mais prevenção, menos improviso”

  • 25/09/2019 05:45

A campanha “Mais prevenção, menos improviso” foi apresentada hoje à comunidade educativa e vai ser implementada durante o ano lectivo em todo o território nacional.

Em declarações à Inforpress, Nilza Sequeira, membro da comissão desta campanha, salientou que vão trabalhar no sentido de prevenir, alertando as crianças sobre diversas situações que ocorrem no dia-a-dia e que deixam marcas e sequelas para a vida toda.

Daí, pretendem alertar as crianças para que tais situações não acontecem e a comissão na ilha composta por quatro elementos, já tem preparado um plano de actividade, que vai ser implementado ao longo de todo o ano lectivo.

A comissão, disse Nilza Sequeira, vai criar um grupo de crianças mais activas, onde elas mesmas vão dinamizar estas campanhas, levando estas informações para outras crianças, pois, defende que quando são as crianças a partilharem as informações, o impacto é maior do que quando é transmitido de adultos para crianças.

Para os pais e encarregados de educação, a perspectiva é fazer uma campanha de sensibilização porta a porta, nas diferentes localidades da ilha, acompanhado das crianças.

Por seu turno, o delegado de educação, Orlando Burgo, adiantou que as escolas devem ser “espaços livres” que promovem actos saudáveis e ambiente de confiança para todos os seus utentes.

Portanto, defende que devem estar “livres” de qualquer tipo de práticas e comportamentos que concorrem para a violação dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes.

Destes direitos, salientou o direito à convivência familiar, direito à saúde e ao desenvolvimento, direito à educação, direito à cultura, ao desporto e ao lazer, direito à participação e direito à protecção contra todo o tipo de violência.

Segundo o delegado, esta campanha visa além da “promoção” dos direitos de crianças e adolescentes, a “criação” de um ambiente de pressão social sobre todos aqueles que violam estes direitos.

 

Inforpress/Fim