Brava: Edil satisfeito com o primeiro encontro com emigrantes em Portugal

  • 16/10/2019 16:17

O presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, classificou como “muito participativo e proveitoso” a reunião realizada na tarde de domingo com a comunidade emigrada em Portugal.

“Foi um momento para explicar tudo o que a equipa camarária tem feito e o que está planeado para se fazer até finais do mandato na ilha Brava”, assinalou o autarca em declarações à Inforpress.

Segundo Francisco Tavares, foi a primeira vez que reuniu com esta comunidade, que contou com a participação de vários bravenses, alguns que se emigraram há mais de 30 ou 40 anos e outros mais recentes assim como alguns que estão em tratamento médico.

Salientou que tiveram a oportunidade de pedir esclarecimentos sobre os estudos em curso, a possibilidade de se construir um novo aeroporto para a Brava, como também, sobre as melhorias das condições de prestação de cuidados de saúde, e dos investimentos em curso e necessários para uma melhor Brava.

Durante o encontro, o edil bravense adiantou que elencou os investimentos feitos nos pela equipa camarária desde 2012 e os em carteira até finais de 2020.

Aproveitou para informá-los dos projectos governamentais para a ilha, com destaque para a reabilitação da calçada do centro histórico de Nova Sintra, da reabilitação da Estrada Nova Sintra a Nossa Senhora do Monte, a dessalinização da água e os investimentos em equipamentos para o centro de saúde, incluindo a aquisição de uma ambulância, e o aumento de consultas de especialidade na Brava.

Sobre a melhoria das condições de saúde, o autarca enfatizou que os emigrantes demonstraram-se “insatisfeitos”, tendo em conta que ainda muitos bravenses têm de se deslocar para a ilha do Fogo ou Praia para algumas consultas de especialidades, análises e fisioterapia.

MC/CP

Inforpress/fim