Brava: “Santo António é um santo milagroso mesmo” – organização das festividades

  • 12/06/2019 07:11

Anselmo de Pina, dirigente da associação que organizou as actividades culturais e desportivas em honra a festa do santo padroeiro de Lém, considera que este santo é mesmo “milagroso”.

Este dirigente fez estas considerações à Inforpress, após confirmar a entrega de troféus, medalhas e prémios a todos os participantes das actividades que vinham sendo realizadas desde meados de Abril e que finalizaram na noite desta segunda-feira.

Segundo Anselmo de Pina, quando iniciaram estas actividades, não tinham nenhum fundo e nem garantia de patrocínios, mas mesmo assim, resolveram arriscar, “confiantes no poder do santo”.

Daí, organizaram um “Todo mundo Canta”, torneio “Nho Djozinho”, velhas glórias, torneio sénior masculino e feminino, miss, provas de atletismo em quatro categorias, corridas de burro e outras actividades.

Chegando ao fim destas actividades, a organização conseguiu entregar mais de dez medalhas, troféus para primeiro e segundo lugares dos torneios em diversos escalões, troféus para melhor guarda-redes e jogador.

Sobre patrocínios, conforme adiantou, somente um, do dirigente da Federação Regional de Futebol, que patrocinou um troféu.

O restante dos prémios foi adquirido pelos próprios meios da associação, mas que para Anselmo é uma “dádiva divina”, porque, as festas vão terminar e a organização terá honrado todos os seus compromissos e as promessas feitas aos participantes das actividades.

“Isto demonstra um espírito de sacrifício, e um milagre que o santo patrono da nossa zona faz em que partimos no início sem nenhum centavo, mas ao chegar ao fim das actividades, sempre conseguimos atribuir todos os prémios, fazer todos os pagamentos de forma a não ficar comprometido com ninguém e com nenhuma instituição”, salientou Anselmo de Pina.

O dirigente garantiu que a avaliação que faz de todo este período, é “extremamente positivo”, sabendo que conseguiram cumprir na íntegra o programa e sem sobressaltos.

A equipa vencedora do torneio sénior masculino, Vila Real, diz ter participado nesta disputa pela terceira vez e ambas conseguiram chegar ao final, mas somente desta tiveram a oportunidade de sagrar-se campeão.

Para esta equipa constituída por um grupo de amigos, vencer a taça Nho Santo António, significa “muito”, tendo em conta que mesmo sem muitos recursos, este é o “melhor” torneio que se realiza na ilha e o único que consegue envolver equipas da ilha toda.

As actividades desportivas finalizaram na noite de segunda-feira, e a partir de hoje, terça-feira, iniciam os rituais tradicionais religiosos, que terão o pontapé de saída com o Pilão, representando a antevésperas, amanhã, quarta-feira, celebra-se as vésperas com bênção da bandeira e na quinta-feira, o dia inicia bem cedo, com o cortejo das reverendas ao mastro, logo às 06:00.

MC

Inforpress/fim