….. E as queixas continuam. Cliente queixa de carga desviada e pertences roubados por duas vezes nos navios da Cabo Verde Fast Ferry

  • 10/02/2018 11:41

Cidade de Nova Sintra, 10 Fev (Bravanews) - Para além de muitas queixas com cumprimento do horário, preço exorbitante, descaso com os passageiros, agora a Cabo Verde Fast Ferry está sendo acusada de não cuidar das cargas colocadas na sua responsabilidade.

A indignação é grande e a frustração ainda maior, pois nao ha nada pior para alguém, do que ser surpreendido ao abrir uma encomenda e nao encontrar os seus pertences, fruto de muito suor e sacrifício.

Heidy Oliveira, emigrante residente em Lisboa conta que por duas vezes em pouco tempo viu os pertences enviados a família em Cabo Verde, sendo “roubados” nas viagens da Cabo Verde Fast Ferry, entre Praia e Brava e entre Praia e São Nicolau.

“Há pouco tempo enviei para a minha mãe, uma caixa com bacalhau, vinho do porto, produtos para cabelos, roupas de bebe, etc”, e depois da caixa, “ir parar a São Vicente, segundo a versão da CVFF, esta chegou a Brava, com apenas roupas de bebê e alguns produtos de cabelo”, conta a vítima, dizendo que a CVFF disse apenas que “por causa do cheiro do peixe, tiveram que tirar parte da carga”.

No segundo caso, foi de um bidão que “enviei para familiares do meu marido em São Nicolau e a história se repete”, conta a nossa fonte. Depois do bidão ser despachado na Praia, este chegou a São Nicolau sem muitos pertences e a empresa não se responsabiliza por nada.

Heidy Oliveira diz-se muito revoltada e pondera dentro de dias meter uma acção no Tribunal da Praia contra a empresa por perdas, desresponsabilização, omissão e roubo. Segundo Oliveira muitas pessoas conhecidas tem as mesmas queixas e reclamações, mas não o fazem por medo de represálias, acrescentando que trabalhadores da companhia, particularmente as que trabalham nos navios entram com mochilas e pergunta, “qual a razão disso, será que a intencao nao sera de roubar pertences dos passageiros”?

Por estarmos no final de semana nao podemos ouvir a versão da empresa, mas tão logo for possível voltaremos ao caso.

 

MS