Morreu o ícone da Ilha Brava, amado e respeitado por todos

  • 06/05/2018 12:54

Cidade de Pawtucket, 06 Mai (Bravanews) - Aos 86 anos de idade, morreu o ícone da ilha Brava. Francisco Feijoo Barbosa deixou um legado que deverá ser seguido pelos jovens.

Responsável por desenvolver negócios na ilha Brava e nos Estados Unidos da América, com mestria e lucidez de um grande mercantil, mas com o coração e alma de particular benfeitor. Ao mesmo tempo em que construía um império comercial, não deixava desamparado quem dele precisasse.

O estilista foi e sempre será símbolo da morabeza crioula, de um homem justo e íntegro, bondoso, mas perspicaz na defesa dos interesses comerciais, não descurando nunca lutar pelas causas da Brava.

Com jeito manso de ser ia “brigando” por uma ilha cada vez melhor, com oportunidades para todos, onde os pobres, entendia ele numa entrevista a Bravanews, devia ter iguais possibilidades que os abastados.

“Sua influência junto às autoridades e sua abordagem ao estilo gala consegui levar coisas boas a ilha Brava e bateu pelos direitos dos emigrantes.

Feijoo Barbosa será sempre lembrado por todos e em todo o mundo onde estiver um bravense, por ser uma pessoa amável, sereno, amigos dos seus amigos.

Morreu o ícone, mas ficou o legado!

 

Foto: Julio Pedro Gomes